Conferências

O Maior Sinal na Terra: Um Profeta – Introdução
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on skype
Share on email
Share on print

Descargas

Traduções

O Maior Sinal na Terra: Um Profeta – Introdução

Muito boa noite, amados amigos e irmãos presentes, e todos aqueles que estão em diferentes nações, ministros e congregações. E uma saudação muito especial para o missionário, doutor Miguel Bermúdez Marín, lá na República Mexicana.

Que Deus abençoe grandemente a todos e nos fale nesta noite Sua Palavra, nos abra as Escrituras e o entendimento para compreender. No Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

Para esta noite vamos ler a Escritura em Jeremias, capítulo 1, versículos 4 em diante, onde diz:

         Assim veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:

Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.

Então disse eu: Ah, Senhor DEUS! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino.

Mas o Senhor me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.

Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o Senhor.

E estendeu o Senhor a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca;

Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.”

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

Para esta ocasião o tema de introdução ao estudo bíblico do próximo domingo da escola bíblica é: “O MAIOR SINAL NA TERRA: UM PROFETA.”

Através da Bíblia, da Escritura, encontramos diferentes profetas de Deus, desde Adão em diante, aos quais veio a Palavra de Deus. “porque não fará nada o Senhor Jeová, sem que antes revele Seus segredos a Seus servos Seus profetas”, diz em Amós, capítulo 3, versículo 7. Porque a Palavra de Deus vem aos profetas e dos profetas passa ao povo; e por isso é que temos a Bíblia a Palavra de Deus para o povo de Deus.

Um profeta tem as duas consciências juntas, e por isso encontramos que pode ver em outras dimensões, pode falar com Deus e Deus falar com ele; e pode conhecer os mistérios divinos para dá-los a conhecer ao povo de Deus que vive em seu tempo sob o Pacto correspondente a esse tempo.

Os profetas nascem profetas. Não se tornam profetas através de estudos acadêmicos, através de estudos humanos, mas que nascem profetas, com as duas consciências juntas, para entrar no mundo dos espíritos e escutar a Voz de Deus através de Seu Espírito, falando-lhe o que ele tem que falar ao povo que vive nesse tempo e que está sob o Pacto vigente.

Portanto, o sinal mais importante de Deus para Seu povo e para toda a humanidade é um profeta. Quando aparece um profeta, algo grande Deus realizará no meio de Seu povo e no meio da humanidade.

Quando apareceu Noé, algo grande estava para se realizar, o qual era o dilúvio; e para o qual Deus proveu um plano de salvação: a arca que Ele ordenou a Noé construir para a salvação de aves, animais, répteis e pessoas que entrariam à arca. Portanto, o maior sinal para aquele tempo era Noé, Noé construindo a arca, onde se salvaria ele e sua família do juízo, do dilúvio que viria sobre a raça humana.

Assim foi de tempo em tempo, de era em era, de dispensação em dispensação: através dos profetas vieram as profecias das coisas que hão de acontecer, e são reveladas de antemão; e aqueles que prestam atenção e levam a sério o que Deus fala a, e através desse profeta: escapam do juízo divino, obtém a misericórdia de Deus, recebem as bênçãos de Deus.

Para os dias dos profetas temos as profecias messiânicas da Primeira Vinda do Messias e da Segunda Vinda do Messias. Para o qual, está a profecia do precursor da Primeira Vinda do Messias; promessa que se cumpriu em João Batista, do qual Jesus disse que: “Dos nascidos de mulher, não houve ninguém maior que João; mas o menor do Reino de Deus é maior que João.” [São Lucas 7:28]

O menor do Reino de Deus pertence à Igreja do Senhor Jesus Cristo, e consequentemente pertence ao povo dos filhos e filhas de Deus; e um filho de Deus é maior que um servo.

Portanto, João Batista é maior do que as pessoas que vieram antes dele, mas o menor do Reino dos Céus é maior que João Batista; porque João Batista pertence ao povo dos servos, e o menor do Reino dos Céus pertence ao povo dos filhos e filhas de Deus.

João Batista foi o precursor da Primeira Vinda de Cristo, o qual preparou o caminho, anunciou que viria um maior que ele, o qual seria o Messias, o Prometido. E quando o viu, o assinalou dizendo: “Eis aqui o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” [São João 1:29] E ainda mais, também o batizou.

E quando Jesus subiu das águas batismais, João viu ao Espírito Santo descendo em forma de pomba sobre Jesus. Ele disse: “Eu não o conhecia, mas quem me mandou batizar disse: Sobre aquele que tu vires o Espírito descer em forma de pomba sobre Ele, esse é Ele.” Ou seja: “Esse é o Messias, esse é ao qual tu estás preparando o caminho.” E João disse: “E eu o vi.” Vi o Espírito Santo descer sobre Jesus.

Depois do precursor veio o precursado, depois do precursor veio um maior que o precursor. João era um profeta da sétima etapa da Igreja hebreia sob a Lei, mas Jesus era um profeta dispensacional, o profeta da Dispensação da Graça. Portanto, quem vem depois do precursor; é, o precursado, é um profeta dispensacional, é um profeta maior que o precursor.

Temos também a Dispensação da Garça, onde temos ao cristianismo desde o Dia de Pentecoste até aqui na Dispensação da Graça. Tivemos na Dispensação da Graça sete mensageiros para a Igreja gentil: São Paulo o primeiro, e assim sucessivamente até chegar ao sétimo mensageiro, que foi o reverendo William Branham, precursor da Segunda Vinda de Cristo, o qual recebeu a Mensagem que introduz a Segunda Vinda de Cristo a este planeta Terra.

O precursor com a Mensagem que Deus dá, prepara o povo para receber a Vinda do Messias-Príncipe no tempo final.

Portanto, depois do precursor o que vem é um maior que o precursor: o precursado, o qual é anunciado na Escritura como o Filho do Homem vindo no tempo final.

Por isso Jesus falou muito da Vinda do Filho do Homem, os apóstolos também, o reverendo William Branham também; porque ele é quem prepara o caminho a quem virá no Último Dia: o Messias-Príncipe, o Filho do Homem vindo em Seu Reino, como está prometido e como foi visto no Monte da Transfiguração, com as Duas Oliveiras: Moisés e Elias. Ou seja que na Vinda do Filho do Homem, os ministérios do Filho do Homem (o ministério de Moisés e o ministério de Elias) estarão presentes no tempo final.

Portanto, a Vinda do Filho do Homem será o maior sinal na Terra, da parte de Deus para toda a humanidade.

“O MAIOR SINAL NA TERRA: UM PROFETA.”

Foi para um privilégio grande estar com vocês nesta ocasião, na introdução ao tema de estudo bíblico, de escola dominical do próximo domingo: “O MAIOR SINAL NA TERRA: UM PROFETA.”

Que Deus abençoe a todos, os guarde e lhes use grandemente em Sua Obra neste tempo final. E nos veremos no próximo domingo, primeiro Deus, na escola bíblica, para ter o estudo bíblico: “O MAIOR SINAL NA TERRA: UM PROFETA.”

Continuaremos falando deste tema; e esperamos que Deus nos dê muita Palavra revelada para compreender o tema da Vinda do Filho do Homem, da Vinda do Messias para o Último Dia, da Vinda de um maior, maior que o precursor da Segunda Vinda de Cristo.

Que Deus abençoe a todos; e continuem passando uma noite feliz, cheia das bênçãos de Cristo nosso Salvador.

“O MAIOR SINAL NA TERRA: UM PROFETA.”

Rolar para cima