Conferências

A Mão Forte de Deus Estendida
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on skype
Share on email
Share on print

Descargas

Traduções

Reproduzir vídeo

A Mão Forte de Deus Estendida

Muito boa noite amados amigos e irmãos presentes aqui no “Auditório Moisés”. É para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião para compartilhar com vocês uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

Para o qual quero ler em Êxodo, capítulo 3, versículo 13 em diante, onde diz:

“Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?

E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.

E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: O Senhor Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é meu nome eternamente, e este é meu memorial de geração em geração.

Vai, e ajunta os anciãos de Israel e dize-lhes: O Senhor Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, me apareceu, dizendo: Certamente vos tenho visitado e visto o que vos é feito no Egito.

Portanto eu disse: Far-vos-ei subir da aflição do Egito à terra do cananeu, do heteu, do amorreu, do perizeu, do heveu e do jebuseu, a uma terra que mana leite e mel.

E ouvirão a tua voz; e irás, tu com os anciãos de Israel, ao rei do Egito, e dir-lhe-eis: O Senhor Deus dos hebreus nos encontrou. Agora, pois, deixa-nos ir caminho de três dias para o deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus.

Eu sei, porém, que o rei do Egito não vos deixará ir, nem ainda por uma mão forte.

Porque eu estenderei a minha mão, e ferirei ao Egito com todas as minhas maravilhas que farei no meio dele; depois vos deixará ir.

E eu darei graça a este povo aos olhos dos egípcios; e acontecerá que, quando sairdes, não saireis vazios,

Porque cada mulher pedirá à sua vizinha e à sua hóspede, joias de prata, e joias de ouro, e vestes, as quais poreis sobre vossos filhos e sobre vossas filhas; e despojareis os egípcios.”

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

Esta passagem nos fala do êxodo que Deus vai realizar. E antes de Deus realizar esse êxodo, encontramos que já no Antigo Testamento, lá em Gênesis, Deus já tinha falado desse êxodo que ia realizar, quando ainda não existiam na Terra, não estavam materializadas na Terra, em carne humana, as pessoas que iam participar desse êxodo.

E, consequentemente, as pessoas que iam estar nesse êxodo não existiam aqui na Terra, mas Deus já está falando sobre esse êxodo aqui em Gênesis, quando falou ao patriarca e profeta Abraão, o profeta da Dispensação da Promessa, que é o profeta da quarta Dispensação.

Vejam vocês, no capítulo 15 de Gênesis, versículo 12 em diante, diz:

“E pondo-se o sol, um profundo sono caiu sobre Abrão; e eis que grande espanto e grande escuridão caiu sobre ele.

Então disse a Abrão: Saibas, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos,

Mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza.

E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado.

E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.

E sucedeu que, posto o sol, houve escuridão, e eis um forno de fumaça, e uma tocha de fogo, que passou por aquelas metades.

Naquele mesmo dia fez o Senhor uma aliança com Abrão, dizendo: à tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates;”

Agora, podemos ver que aqui Deus já estava falando com Abraão desse êxodo; e no entanto, a semente de Abraão que sairia nesse êxodo ainda estava nos lombos de Abraão. Abraão ainda não tinha tido filhos, nem sequer tinha tido Ismael, e muito menos Isaque. Mas vejam vocês, o Deus que conhece todas as coisas já está falando da trajetória pela qual passará a descendência de Abraão, essa descendência terrena.

E por onde passa a descendência terrena de Abraão, depois passa a descendência celestial de Abraão, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo, os escolhidos escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro. E o que aconteceu com o povo hebreu é então tipo e figura do que aconteceria com o Israel celestial, com a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Portanto, no meio da Igreja de Jesus Cristo encontraremos o equivalente ao êxodo que Deus realizou no meio do povo hebreu, onde Deus com Mão Forte libertou o povo hebreu.

“A MÃO FORTE DE DEUS ESTENDIDA”.

Vejam, a Mão Forte de Deus estendida, a encontramos manifestando os juízos divinos sobre o Egito. E quando se fala da Mão de Deus estendida, a Mão Forte e poderosa de Deus estendida sobre uma nação, sobre um povo, sobre uma cidade ou sobre uma pessoa ou uma família, encontramos que o juízo divino cai sobre tal pessoa, família, cidade ou nação.

E agora, está caindo o juízo divino sobre o Egito quando Moisés já chegou ao Egito e Deus começou a dizer a Moisés as coisas que Deus ia fazer, os juízos que ia trazer. E Moisés comunicava ao faraó, revelava ao faraó o juízo divino que viria sobre o Egito. E o faraó pensava que isso não seria assim; e no entanto, assim acontecia, porque Deus estava com Sua Mão Forte estendida sobre e contra o império do faraó.

E agora, vejam como com Mão Forte, como com a Mão poderosa de Deus trazendo os juízos divinos sobre o Egito, sobre o faraó e seu povo, foi que foi libertado o povo hebreu da escravidão no Egito.

E agora, com Mão Forte e poderosa Deus guiou o povo hebreu, trazendo o juízo divino sobre todas as demais nações por onde passava o povo hebreu. E toda nação que se levantava contra o povo hebreu sentia a Mão Forte de Deus estendida, essa Mão poderosa de Deus estendida sobre as diferentes nações que se opuseram ao povo hebreu.

Agora, podemos ver que quando Deus está libertando Seu o povo, a misericórdia de Deus está sobre Seu povo; mas a Mão Forte de Deus, estendida sobre todos os que se levantem contra o povo de Deus, traz o juízo divino sobre essas pessoas ou sobre esses povos.

Agora, esses juízos divinos que caíram sobre o Egito e seu rei, o faraó, são tipo e figura dos juízos divinos que cairão neste tempo final durante a grande tribulação.

Neste tempo final cairão sobre o faraó, que será o anticristo; porque o faraó lá tipifica o anticristo, o qual estará sobre o reino ou império dos gentios, o qual neste tempo final estaria nos pés de ferro e de barro de oleiro.

Agora, podemos ver que para o tempo final todos esses lugares e nações e gerações que tiveram a Mão Forte de Deus estendida, sentiram o juízo de Deus sobre eles…; porque a Mão Forte de Deus estendida contra essas nações e gerações, trouxe o juízo divino.

Assim foi para o mundo pré-diluviano. A Mão Forte de Deus esteve estendida contra o mundo pré-diluviano, e trouxe o dilúvio, e os destruiu a todos lá no dilúvio.

Encontramos que também para o tempo do Moisés e Ló a Mão estendida de Deus caiu, foi manifestada sobre Sodoma e Gomorra, e veio o juízo divino sobre Sodoma e Gomorra naquele tempo.

Agora, podemos ver como a Mão estendida de Deus, a Mão Forte de Deus estendida, traz o juízo divino sobre nações, povos, línguas e gerações.

Agora, todo esse juízo divino que caiu em diferentes gerações sobre povos, nações e línguas, é tipo e figura do juízo divino que cairá no Último Dia durante a grande tribulação contra o império ou reino da besta, do anticristo, o qual para o tempo final se encontraria nos pés de ferro e de barro de oleiro.

Por quanto esse império ou reino deu começo lá com a cabeça de ouro, que foi o império babilônico, do qual Nabucodonosor era o rei; por essa razão é que para o tempo final o anticristo, a besta, o homem de pecado; com toda sua organização religiosa e política, é chamado também Babilônia. Por quê? Porque seu começo foi na Babilônia, o começo desse reino dos gentios.

Havia também começado lá em Gênesis esse reino dos gentios, em certo sentido, com Ninrode, que foi o neto – filho de Cuxe; e Cuxe foi filho de Cão, um dos filhos de Noé.

Agora, podemos ver como na Babilônia esteve, e começou ali, o reino de Ninrode; e se tornou a cabeça desse reino Babel, ou seja, Babilônia. Ali foi onde se construiu a torre de Babel, ali mesmo.

E agora, encontramos que o reino dos gentios, que começa com o rei Nabucodonosor, está representado no reino de Ninrode lá na Babilônia.

E agora, o reino dos gentios também, que começou com a cabeça de ouro, representado nessa estátua que Nabucodonosor viu, começa também na Babilônia.

E por isso é que todo esse reino em suas diferentes etapas pode ser chamado Babilônia, mesmo que foi passando pela etapa lá na Babilônia; depois na Média e Pérsia, com os medos e os persas, a segunda etapa, representada no peito e os braços de prata; e a terceira etapa representada no ventre e as coxas de bronze, que corresponde o império da Grécia; e depois as pernas de ferro, que correspondem o império romano, e os pés de ferro e de barro de oleiro (que também corresponde a Roma, porque são os pés de ferro e de barro de oleiro).

O ferro representa o império romano; e o barro, vejam vocês, corresponde aos reis que darão seu poder e sua autoridade à besta, com suas nações; o qual encontramos aqui em Apocalipse, capítulo 17, versículos 11 em diante, onde diz:

“E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.

E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.

Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.

Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis.”

Esses são os escolhidos de Deus, os que estão com Ele, ou seja, os membros do Seu Corpo Místico de crentes; os quais para o Último Dia estarão em corpos eternos e glorificados quando os mortos em Cristo ressuscitarem e nós os que vivemos sejamos transformados. Para esse momento já terá se completado o número dos escolhidos de Deus no Corpo Místico de Jesus Cristo.

Agora, podemos ver que todo este juízo divino, toda essa luta e vitória que Cristo obtém contra o anticristo, a besta e os dez reis, a obtém porque Ele diz:

“Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis;”

Agora vejam como vem: vem como Senhor dos senhores e Rei dos reis, Cristo em Sua Vinda no Último Dia. E vencerá o anticristo, à besta, o homem de pecado, e os dez reis que darão seu poder e sua autoridade à besta.

Isto também já está profetizado no livro do profeta Daniel, no capítulo 2 e versículos 30 ao 45. Vejam como diz aqui. Diz, vamos ver (vamos ler menos), vamos buscar do 27 em diante. Capítulo 2, versículo 27 em diante, do livro do profeta Daniel, diz:

“Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei;

Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes:

Estando tu, ó rei, na tua cama, subiram os teus pensamentos, acerca do que há de ser depois disto. Aquele, pois, que revela os mistérios te fez saber o que há de ser.

E a mim me foi revelado esse mistério, não porque haja em mim mais sabedoria que em todos os viventes, mas para que a interpretação se fizesse saber ao rei, e para que entendesses os pensamentos do teu coração.

Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; esta estátua, que era imensa, cujo esplendor era excelente, e estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível.

A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu peito e os seus braços de prata; o seu ventre e as suas coxas de cobre;

As pernas de ferro; os seus pés em parte de ferro e em parte de barro.

Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou.

Então foram juntamente esmiuçados o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como pragana das eiras do estio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para eles; mas a pedra, que feriu a estátua, se tornou grande monte, e encheu toda a terra.

Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a glória.

E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.

E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu…”

Agora, a cabeça de ouro representa o reino babilônico pelo rei Nabucodonosor; e depois do Nabucodonosor e seu império, levantara-se outro reino, representado nos peitos e os braços de prata, diz…; e esse é um reino inferior porque a prata é inferior ao ouro.

Que vale mais, um quilograma de prata ou um quilograma de ouro? Pois o quilograma de ouro vale mais, porque a prata é inferior ao ouro.

E assim foram estes reinos. O de Nabucodonosor foi o reino superior dentre os gentios; depois o reino medo-persa, foi inferior; e depois desse reino medo-persa representado no peito e os braços de prata:

“… e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra.”

Esse foi o império da Grécia, inferior à prata; porque um quilograma de prata e um quilograma de bronze, o que vale mais? Pois o quilograma de prata.

E assim foi com estes reinos à medida que vieram descendo desde a cabeça de ouro, ao peito e os braços de prata, depois ao ventre e as coxas de bronze (que é o império da Grécia). À medida que vieram descendo, vieram também descendo de qualidade, diminuindo de importância; porque são reinos inferiores, etapas inferiores do reino dos gentios à medida que vai surgindo uma etapa.

“E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas…”

Esse foi o império romano dos Césares.

E agora, um quilograma de ferro e um quilograma de bronze, o que vale mais? Pois um quilograma de bronze; é superior.

E depois deste império romano dos Césares, os pés de ferro e os dedos de ferro, e de barro de oleiro, representa que o reino romano, o império romano, continua para baixo, para os pés e os dedos; e é coberto não de carne, mas é coberto de barro; e isso é a união destes dez reis que darão seu poder e sua autoridade à besta.

A besta representa o ferro aí, e o barro representa esses reis que darão seu poder e sua autoridade à besta.

E aí podemos ver como para este tempo final o reino dos gentios estaria em sua etapa mais crítica; e por isso é que o reino dos gentios a cada dia tem mais problemas: problemas econômicos, problemas sociais, problemas políticos, problemas militares; todo tipo de problema tem o reino dos gentios nos pés de ferro e de barro de oleiro.

E agora, diz:

“E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo.

E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.

Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana (por pactos), mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.

Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,”

Isso é nada menos que a Mão Forte de Deus estendida sobre o reino ou império dos gentios, como foi estendida sobre o império do faraó lá no Egito.

“Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.”

Essa Pedra não cortada por mãos é a Pedrinha branca que vem com um nome novo escrito que ninguém entendia, em Apocalipse, capítulo 2 e versículo 17; é a Segunda Vinda de Cristo.

A Segunda Vinda de Cristo para este tempo final é essa Pedrinha branca, é essa Pedra não cortada por mãos que para este tempo final estará presente na etapa dos pés de ferro e de barro de oleiro do reino dos gentios.

Mas em que etapa estará o Reino de Deus neste tempo final? O reino dos gentios começou da cabeça para baixo, mas o Reino de Deus começou de baixo para cima; e neste tempo final a Igreja do Senhor Jesus Cristo estaria na etapa da cabeça de ouro do Reino de Deus.

Portanto, é a etapa mais gloriosa da Igreja do Senhor Jesus Cristo, onde, assim como na etapa de ouro do rei Nabucodonosor, a etapa de ouro do reino dos gentios lá na Babilônia, o faraó ou rei do império lá na Babilônia, que era Nabucodonosor, o profeta Daniel diz por Palavra de Deus que era rei dos reis; e agora, na etapa da cabeça de ouro do Reino de Deus, que é a etapa da Era da Pedra Angular, Jesus Cristo é Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Agora podemos ver por que Cristo obterá a vitória contra o reino dos gentios, contra o reino, o império da besta, que estará no Último Dia na etapa dos pés de ferro e de barro de oleiro.

Agora, como vem a Pedra não cortada por mãos, que é a Vinda do Senhor, a Segunda Vinda de Cristo, a Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, o qual estenderá Sua Mão Forte sobre o império ou reino do anticristo? É muito importante saber como vem, porque sabendo como Ele vem, pois o estaremos esperando assim, e o veremos em Sua Vinda manifestado neste Último Dia.

Porque neste tempo final é que a Vida, que é Cristo, e a Morte, que é o anticristo, se encontrarão frente a frente. A besta (com os dez reis) se levantará contra a Segunda Vinda de Cristo; mas Cristo o vencerá. Por quê? Porque Ele é Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Agora, vejamos na página 272 do livro Os Selos em espanhol, diz o precursor da Segunda Vinda de Cristo:

“213. O cavalo amarelo (ou seja, esse cavalo amarelo de Apocalipse, capítulo 6, versículos 7 ao 8, que é o anticristo vindo no Último Dia): Separação eterna de Deus. Este é o quarto ponto, e ali vê você o quatro de novo.”

E agora, vamos ver algo muito importante na página 270, onde diz:

“197. Aqui vemos a Vida e a Morte chegando ao seu último encontro. O cavalo branco de Vida verdadeira (ou seja, o cavalo branco de Apocalipse 19) e o cavalo amarelo de credos mesclados. A coisa está chegando a um verdadeiro desafio.”

E agora, na Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, que é a Vinda de Cristo, do Anjo do Pacto, vem com um nome que ninguém entendia. É a Vinda do Espírito Santo, do Anjo do Pacto, no Último Dia.

Mas agora, como virá? Na página 131 do livro Os Selos, diz o precursor da Segunda Vinda de Cristo:

“131. E agora Jesus: Seu Nome sobre a Terra foi Jesus o Redentor, porque foi o Redentor quando esteve sobre a Terra; mas quando conquistou o inferno e a morte, venceu-os e ascendeu, então recebeu um novo Nome. Por essa razão é que gritam e fazem tanto ruído e não recebem nada. Será revelado nos Trovões.

132. Notem no mistério. Ele vem cavalgando. Tem que haver algo para mudar esta igreja. Vocês sabem isso. Tem que vir algo! Agora notem: Ninguém entendia esse nome, a não ser Ele mesmo.

‘E estava vestido de um manto salpicado em sangue: e seu nome é chamado O VERBO DE DEUS.

E os exércitos que estão no céu o seguiam em cavalos brancos, vestidos de linho muito fino, branco e limpo.

E da sua boca sai uma espada aguda, para ferir com ela as nações (esta espada afiada é a Palavra); e ele as regerá com vara de ferro; e ele pisa no lagar do vinho do furor, e da ira do Deus Todo-Poderoso.

E em sua vestimenta e em sua coxa tem escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.

Apocalipse 19:13-16

133. Ali vem o Messias, ali é onde está.”

E agora, vejam vocês, aí vem o Messias, ou seja, o Ungido.

E mais abaixo, nesta mesma página 131, diz:

“[134]. … mas Cristo é chamado O VERBO DE DEUS. Ele é a Palavra, por isso é chamado O VERBO DE DEUS. Agora, Ele tem um Nome que ninguém sabe, mas é chamado ‘O Verbo de Deus.’”

E na página 134 do livro Os Selos em espanhol, diz:

“142. E notem vocês: Quando este Espírito Santo que temos chegue a se encarnar, o que está em nosso meio agora mesmo na forma do Espírito Santo, quando Ele chegue a ser encarnado na Pessoa de Jesus Cristo, então nós o coroaremos como ‘Rei dos reis e Senhor dos senhores.’”

E agora, na página 256, vejamos o que é a Vinda desse Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19; diz:

“121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem.”

E se encontrarmos esse homem, encontraremos o Verbo, a Palavra, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado em carne humana, velado em carne humana e revelado por meio de carne humana. Assim como aconteceu com a manifestação de Deus em Jesus: era o Verbo encarnado naquele jovem simples de Nazaré chamado Jesus; mas algumas pessoas não o puderam compreender; mas o Verbo se fez carne e habitou entre os seres humanos, dois mil anos atrás, nesse véu de carne chamado Jesus.

E para este tempo final, em Apocalipse, capítulo 19, vemos esse Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, o qual tem por nome O VERBO DE DEUS. É a Vinda do Verbo de Deus de novo, é a Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, vindo em carne humana no Último Dia. Isso será o Verbo, a Palavra encarnada em um homem.

Se encontrarmos esse homem, que é o Anjo do Senhor Jesus Cristo, estaremos vendo o Verbo, a Palavra encarnada, no Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo neste Último Dia; e estaremos vendo a Obra que Cristo, o Anjo do Pacto, estará realizando por meio de Seu Anjo Mensageiro. E por meio de Seu Anjo Mensageiro, Jesus Cristo estará nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer.

Em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, diz: “Sobe aqui…” Com essa Voz de Trombeta, diz: “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

E onde vamos subir? Vamos subir à Era da Pedra Angular, que é onde o Anjo do Pacto neste Último Dia estaria velado e revelado por meio do Seu Anjo Mensageiro.

E em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, nos diz:

“E disse-me o anjo: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo (a quem enviou?), para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

Para que o enviou? Para mostrar aos Seus servos as coisas que em breve devem acontecer.

Nenhuma pessoa poderá entender as coisas que estarão acontecendo neste tempo final, a não ser que seja por meio da Mensagem de Jesus Cristo, do Anjo do Pacto, através do Seu Anjo Mensageiro; porque por meio do Seu Anjo Mensageiro é que são reveladas todas estas coisas que em breve devem acontecer.

Por isso é que o Anjo Mensageiro de Jesus Cristo estará na Era da Pedra Angular; e nele estará Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, o Espírito Santo, manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro; e por meio do Seu Anjo Mensageiro, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

Vejam a forma simples em que poderemos compreender todas estas coisas. Não é sendo muito inteligentes ou indo estudar para obter grandes doutorados em teologia, mas escutando a Voz de Cristo, a Voz do Anjo do Pacto, por meio do Seu Anjo Mensageiro, através do qual estará nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

Por isso também diz Apocalipse 22, versículo 16:

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas Igrejas.”

É enviado o Anjo de Jesus Cristo para dar testemunho em e a todas as Igrejas; e sobretudo, à Igreja de Jesus Cristo, ao Corpo Místico de Cristo, aos escolhidos de Deus do Último Dia, que estarão na Era da Pedra Angular.

Esses são os primeiros que recebem a Mensagem e lhes abre o entendimento; e então dizem: “Isto era o que eu estava esperando! Estas coisas sim eu as posso compreender!” Por quê? Porque Deus lhes abre o coração e o entendimento para poderem compreender todas estas profecias que devem ser cumpridas neste tempo final; e nos abre assim as Escrituras por meio da Mensagem do Evangelho do Reino através do Seu Anjo Mensageiro.

E nas mensagens ou conferências pregadas pelo Anjo do Senhor Jesus Cristo encontraremos todas as respostas para todas nossas perguntas que temos com relação às coisas faladas no livro do Apocalipse, que estão nesses símbolos apocalípticos, e também no livro do profeta Daniel, onde encontramos muitos símbolos os quais se repetem no livro do Apocalipse.

Agora, vejam como para este tempo final a revelação de todas estas coisas que devem acontecer veem aos filhos e filhas de Deus por meio da manifestação de Jesus Cristo em Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro; e assim a Igreja do Senhor Jesus Cristo, na Era da Pedra Angular, a Era de Ouro, obtém toda essa revelação, e assim obtém toda essa bênção de todas estas coisas que Deus estaria fazendo neste tempo final.

E estaremos vendo como Cristo estará derramando Suas bênçãos sobre todos nós por meio da Palavra criadora sendo falada em bênção para todos nós.

Mas depois, a Palavra criadora de Deus será falada e revelará os juízos divinos que virão sobre a Terra; porque Deus estará revelando ao Seu Anjo Mensageiro todos estes juízos divinos que virão sobre a Terra; e o Anjo os estará revelando à raça humana; e estarão se cumprindo conforme a como serão dados a conhecer.

Assim como quando Moisés revelou os juízos divinos que viriam sobre o Egito, um a um os revelou; e à medida que os ia revelando e dizendo: “Virá isto sobre o Egito”, e veio; assim o Anjo do Senhor Jesus Cristo estará revelando — pelo Espírito de Deus — todos estes juízos divinos que virão sobre o reino dos gentios, e irão se cumprindo cada um deles.

Quem estará trazendo estes juízos será Deus com Mão Forte estendida sobre o império ou reino da besta durante a grande tribulação. Agora podemos ver que a Mão estendida de Deus sobre e contra o império da besta, trará os juízos divinos.

No livro de Apocalipse, capítulo 6, versículos 12 em diante, diz:

“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;

E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte.

E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.

E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas;

E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro;

Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?”

O tempo da ira de Deus, da grande tribulação, vejam vocês, é apresentado esse tempo aqui, e os juízos divinos que estarão caindo sobre a humanidade.

Também no livro de Apocalipse, capítulo 11, encontramos do versículo 15 em diante outra fase, ou desde outro ponto de vista, ou desde outro ângulo, o juízo divino sobre a Terra. Diz capítulo 11, versículo 15 em diante, de Apocalipse:

“E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.

E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus,

Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste.

E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.

E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e um terremoto e grande saraiva.”

Agora, podemos ver como do Trono de Deus no Céu é falado por Deus, desde Seu Trono, o juízo divino para cair sobre a Terra; porque já não está o Sumo Sacerdote Jesus Cristo com Seu Sacrifício lá sobre o Trono ou Assento de Misericórdia. Porque quando Cristo sai com Seu Sacrifício, do Trono de Intercessão no Céu, esse Trono (que é o Trono de Deus) se converte em um Trono de Juízo, para pronunciar o juízo desde Seu Trono, Deus, e esse juízo se materializar aqui na Terra. Mas “não fará nada o Senhor, sem que antes revele Seus segredos a Seus servos Seus profetas.”

De etapa em etapa, de era em era e de Dispensação em Dispensação, Deus esteve revelando Seus segredos aos Seus servos Seus profetas. E para este tempo final, as coisas que Deus estará fazendo e falando desde Seu Trono, as estará recebendo o Anjo do Senhor Jesus Cristo; ou seja, estará recebendo essa revelação e a estará revelando a humanidade; primeiro à Igreja do Senhor Jesus Cristo, e depois a todos os que vivem sobre a face da Terra.

Agora, podemos ver como é que se conhecerão estes juízos divinos que cairão sobre a Terra por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo, que será como o transmissor com seus autofalantes ou cornetas, revelando o que Deus do Trono está falando; mas é transmitido a este planeta Terra por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo.

Assim como uma estação de rádio ou de televisão, desde certo lugar onde tem seus escritórios e seu lugar de transmissão, onde tem seus equipamentos, desde aí transmite programas ao vivo ou gravados. E depois com um equipamento de televisão você sintoniza o canal desejado, e você vê e escuta o que está sendo transmitindo dos escritórios de transmissão desse canal de televisão. Assim também por meio do televisor de Deus.

O televisor de Deus sempre foi um profeta, que vê em outra dimensão e o traz para esta dimensão terrena. Por meio do televisor de Deus, Deus estará transmitindo desde o Céu Seu Programa favorito para este tempo final; e aqui na Bíblia está o Programa que Deus estará transmitindo.

E quem quiser ver e escutar o Programa favorito de Deus, o verá e o escutará por meio do televisor de Deus, que será o Anjo do Senhor Jesus Cristo. Por meio dele escutaremos a Voz de Cristo, a Voz de Deus sendo transmitida à raça humana e revelando as coisas que hão de acontecer neste tempo.

E Deus estará mostrando por meio do Seu televisor todo Seu Programa para este tempo final, a programação de Deus para o Último Dia.

Assim que sintonizando o canal oito de Deus, ou seja, a era oito, a Era da Pedra Angular, aí nesse canal de Deus estará sendo transmitindo todo o Programa de Deus correspondente a este tempo final.

Como o Programa de Deus correspondente à primeira era, se transmitiu no televisor São Paulo, sintonizado na primeira era e (diríamos) o primeiro canal.

E assim por diante, de era em era; sendo cada era o canal de Deus, e o mensageiro o televisor. Por meio dessa manifestação de Deus através do Seu televisor, no canal correspondente, Deus transmitiu em cada era Seu Programa para cada era. A Programação desde o Céu foi transmitida à raça humana em cada era por meio do televisor, do mensageiro de Deus para cada era.

E agora Deus estará transmitindo na Era da Pedra Angular, que seria como o canal oito (e…) de Deus; e por meio do televisor de Deus, o Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo. “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas Igrejas.” Aí têm o televisor de Deus.

E agora, vejam vocês como tudo é simples. Quando uma pessoa quer ver tal ou qual programa que vão estar transmitindo a tal hora do dia ou da noite, você em seu televisor sintoniza o canal correto e aí tem essa programação. Mas se sintonizar outro canal, você não pode esperar ver a programação que você desejava ver, você vai estar vendo outra programação.

Assim também foi de era em era. Assim é para nosso tempo, neste tempo final: Todo o Programa de Deus é transmitido à raça humana, e sobre tudo à Igreja de Jesus Cristo na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, por meio do Seu Anjo Mensageiro.

“Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.” Apocalipse, capítulo 4, versículo 1.

E Apocalipse 22, versículo 6: “E disse-me o anjo: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas (ou seja, que têm que acontecer) que em breve hão de acontecer.”

Como vamos ver, entender e escutar as coisas que em breve hão de acontecer, neste tempo final? Por meio do Anjo de Jesus Cristo que estaria neste tempo final revelando todas estas coisas na Igreja de Jesus Cristo, na Era da Pedra Angular.

Agora, viram o simples que é tudo? É tão simples que até as crianças podem ver, podem entender, e podem dar testemunho do que eles estão vendo, do que elas estão entendendo, no Programa de Deus.

E agora, vemos a misericórdia de Deus estendida para Sua Igreja neste tempo final; mas depois se estenderá a Mão Forte de Deus sobre o reino da besta e trará os juízos divinos da grande tribulação.

Mas antes disso nós seremos transformados, os mortos em Cristo serão ressuscitados, e todos teremos um corpo eterno glorificado, igual ao do nosso amado Senhor Jesus Cristo; e iremos com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu.

Assim em frente servindo ao nosso amado Senhor Jesus Cristo, e sendo preparados para sermos transformados e raptados neste tempo final no qual nós estamos vivendo.

Em breve os mortos em Cristo ressuscitarão e nós os que vivemos seremos transformados; é uma promessa do nosso amado Senhor Jesus Cristo. E é para os escolhidos da Era da Pedra Angular, para os escolhidos da Era de Ouro, que é a era que se conecta com o Céu, se conecta com a eternidade, porque é uma era eterna; e por isso é que entraremos em eternidade fisicamente também.

E é nossa era a era que é adotada neste tempo final; e os que estarão nessa era serão adotados, seus corpos serão transformados, e seremos todos a imagem e semelhança do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Esta também é a era onde a Mão Forte de Deus estará estendida sobre o reino do anticristo, o reino da besta, neste tempo final. Mas o Reino de Deus prevalecerá, e Cristo obterá a Grande Vitória no Amor Divino para Sua Igreja neste tempo final.

“A MÃO FORTE DE DEUS ESTENDIDA”.

Vimos o juízo divino que virá, isso é a Mão Forte de Deus estendida sobre o reino dos gentios; mas para nós é estendida em misericórdia e amor divino antes d’Ele sair do Trono de Intercessão.

E quando já estivermos transformados, nenhum juízo divino poderá tocar nosso corpo físico; porque é um corpo físico eterno e glorificado, o qual não pode nem adoecer, nem pode ser destruído, nem pode morrer; mas que é um corpo eterno e glorificado, igual ao do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Esse é o corpo que Ele prometeu para cada um de vocês e para mim também. E “quem perseverar até o fim, este será salvo.” Ou seja, este será transformado, e será a imagem e semelhança do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês mostrando neste tema: “A MÃO FORTE DE DEUS ESTENDIDA”.

E, onde estão os que veriam a Mão Forte de Deus estendida? Aqui estamos neste lugar da República Mexicana; e em toda a República Mexicana há milhares de pessoas que foram predestinados para ver a Mão Forte de Deus estendida. Mas antes de ser estendida em juízo divino sobre a raça humana, é estendida em misericórdia e amor divino sobre nós, para sermos chamados, juntados e preparados para sermos transformados e raptados neste tempo final.

Que a misericórdia de Deus, do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, seja manifestada sobre cada um de vocês e sobre mim também; e em breve todos sejamos transformados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

Que Deus continue abençoando a todos, que Deus os guarde; e deixo novamente conosco o reverendo Miguel Bermúdez Marín para continuar e finalizar nossa parte nesta noite.

Deus os abençoe e guarde a todos.

“A MÃO FORTE DE DEUS ESTENDIDA”.

[Revisão outubro 2021]

Rolar para cima