Conferências

O Misterio de: sendo Ensinados por Deus
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on skype
Share on email
Share on print

Descargas

Traduções

O Misterio de: sendo Ensinados por Deus

Muito boa noite, amáveis amigos e irmãos presentes, radiouvintes e telespectadores. É para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

Para o qual quero ler uma passagem bíblica em Isaías, capítulo 54, versículos do 11 o 14, onde diz:

“Tu, oprimida, arrojada com a tormenta e desconsolada, eis que eu assentarei as tuas pedras com todo o ornamento, e te fundarei sobre as safiras.

E farei os teus vitrais de rubis, e as tuas portas de carbúnculos, e todos os teus termos de pedras preciosas.

E todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e a paz de teus filhos será abundante.”

Que Deus nos permita compreender Sua Palavra e todos sejamos ensinados de Deus nesta ocasião.

“O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

Através da história bíblica encontramos que Deus, para cada era e para cada dispensação, enviou profetas; e esses são os mensageiros de Deus para as diferentes gerações e diferentes dispensações e diferentes eras também.

Agora, o ensinamento de Deus sempre esteve emoldurado em uma dispensação. É impossível que o ensinamento de Deus, com o qual os filhos e filhas de Deus são cheios do conhecimento de Deus, é impossível que esse ensinamento esteja fora de uma dispensação.

E para cada dispensação encontramos que Deus estabeleceu as eras correspondentes e seus mensageiros correspondentes.

Agora, conhecendo que o ensinamento de Deus está marcado em uma dispensação, necessitamos então conhecer a dispensação correspondente ao tempo que à pessoa lhe corresponde viver, para — nessa dispensação — obter o ensinamento de Deus por meio do mensageiro que Deus envia para esse tempo.

Encontramos que Deus por meio do profeta Moisés falou no livro de Deuteronômio, capítulo 18 e versículo 15 ao 19, dizendo:

“O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis;”

Por que o profeta Moisés diz: “A ele ouvireis?” Porque por meio desse profeta vem o ensinamento de Deus; por meio desse profeta vem Deus ensinando a Seu povo para essa era e para essa dispensação.

E o que esse profeta traz da parte de Deus? Diz o versículo 18 desse mesmo capítulo 18, diz:

“Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu (ou seja, como Moisés), e porei as minhas palavras na sua boca,…”

O que Deus coloca na boca desse profeta mensageiro que Ele envia? Coloca Sua Palavra. Porque os profetas de Deus são a boca de Deus, através dos quais vem a Palavra de Deus, a Voz de Deus, ensinando a todos os filhos de Deus, ensinando a todas as ovelhas do Aprisco de Deus.

O Salmo 23 nos fala de Deus, e nos diz: “O Senhor é meu pastor; nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos. Refrigera minha alma.” E segue dizendo todas as coisas que Deus, nosso Pastor, fará por nós como ovelhas do Seu Aprisco.

Quando nos fala do Alimento e a Água que nos dará: está nos falando de Sua Palavra, que é o alimento espiritual e a água espiritual para nossas almas.

E agora, vejam como Deus através dos Seus profetas nos diferentes tempos esteve ensinando ao Seu povo.

Encontramos que Deus ensinou o Seu povo Israel por meio do profeta Moisés, lhe dando a Mensagem da Lei e estabelecendo assim para o povo hebreu na Dispensação da Lei. Foi Deus ensinando ao Seu povo por meio do profeta Moisés; porque Deus coloca Sua Palavra na boca do profeta que Ele envia. Esse é o lugar onde podemos escutar e encontrar a Palavra de Deus correspondente à era ou dispensação que à pessoa corresponde viver.

E vejam vocês como para cada era e cada dispensação há um profeta mensageiro de Deus; e Deus coloca Sua Palavra na boca desse profeta mensageiro, que é a boca de Deus para o povo que vive na Terra; e por meio desse profeta vem Deus ensinando a Seu povo.

“… e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.”

Vejam o que falará um profeta enviado de Deus (como está prometido aqui): falará tudo o que Deus mandar falar, esse profeta, para o povo de Deus. E assim é como Deus ensina a Seu povo: é por meio de carne humana, por meio de um profeta enviado no tempo em que Deus quer ensinar ao Seu povo.

E o que será daquelas pessoas que não lhes interessar o ensinamento de Deus, que não querem ser ensinados por Deus? Diz:

“E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele.”

Terá que prestar contas a Deus, por ter rejeitado Deus ensinando ao Seu povo por meio do profeta que enviou para o tempo em que a pessoa viveu.

E agora, vimos a forma em que Deus ensina ao Seu povo.

Encontramos que em todos os tempos houve e há muitos pregadores que estiveram falando sobre o que Deus já falou por meio dos Seus profetas, dos Seus mensageiros; mas isso não quer dizer em nenhum momento que essas pessoas sejam profetas ou o Enviado de Deus para esse tempo.

O Enviado de Deus para esse tempo, através do qual Deus ensina a Seu povo, é o profeta mensageiro enviado para essa dispensação que corresponde a esse tempo. Através desse profeta, Deus vem com uma Mensagem dispensacional: vem marcada essa Mensagem nessa dispensação correspondente a esse tempo; e assim é como Deus ensina a Seu povo.

Agora, vejam vocês como no meio do povo hebreu, enviou profetas de era em era e de dispensação em dispensação.

Há sete dispensações no Programa Divino:

• A primeira dispensação é a Dispensação da Inocência (lá no tempo de Adão, antes da queda no Jardim do Éden), e o profeta Adão foi o profeta mensageiro dessa Dispensação da Inocência.

• Depois temos a segunda dispensação: que é a Dispensação da Consciência, e seu profeta mensageiro foi Sete (o filho de Adão, que foi a semelhança de Adão).

• Depois temos a Dispensação do Governo Humano, que é a terceira dispensação, e seu profeta foi Noé.

Vejam que cada mensageiro destes trouxe a Mensagem correspondente a essa dispensação que lhes correspondeu viver. Depois, também podemos ver que na Mensagem trazida por cada mensageiro dispensacional estão todas as coisas que o povo de Deus deve conhecer; são reveladas por meio desse profeta as coisas correspondentes a essa dispensação.

• Depois da terceira dispensação do Governo Humano (da qual Noé foi seu profeta mensageiro) veio a Dispensação da Promessa, a quarta dispensação; e o mensageiro dessa dispensação foi o profeta e patriarca Abraão.

• Depois veio a quinta dispensação: a Dispensação da Lei; e o profeta dessa quinta dispensação (da Dispensação da Lei) foi o profeta Moisés.

E podemos ver como veio com uma Mensagem, com uma Mensagem dispensacional; e nesse profeta Deus estava manifestado ensinando ao Seu povo Israel. E constituiu o povo hebreu em uma nação por meio da manifestação de Deus através do profeta Moisés; e ensinou ao povo hebreu todas as leis divinas, e o estabeleceu como uma nação.

• E agora, depois da quinta dispensação (a Dispensação da Lei), temos a sexta dispensação: que é a Dispensação da Graça, e seu mensageiro é o Senhor Jesus Cristo, o qual apareceu dois mil anos atrás no meio do povo hebreu. E nesse tempo estava se entrelaçando a Dispensação da Graça com a Dispensação da Lei.

Recordem que as dispensações se entrelaçam umas com outras; e por isso é que encontramos uma conexão entre uma dispensação e outra dispensação, e entre um mensageiro dispensacional e outro mensageiro dispensacional, e entre uma Mensagem de uma dispensação e uma Mensagem de outra dispensação; estão entrelaçados as Mensagens, e também os mensageiros, e também as dispensações.

E é o mesmo Deus em cada dispensação e em cada mensageiro dispensacional, com a Mensagem dessa dispensação ensinando ao Seu povo.

E agora, vendo a forma em que Deus ensina ao Seu povo, podemos então entender o porquê quando nosso Senhor Jesus Cristo esteve aqui na Terra em carne humana, Ele esteve pregando a Palavra; e falavam muito mal sobre Jesus.

Mas Jesus dizia, vejam vocês, em São João, capítulo 6, versículo 39 em adiante, dizia… Vamos ver aqui (há muito mais aqui): Capítulo 6, versículo 35 em diante, diz Jesus:

“E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

Mas já vos disse que também vós me vistes, e contudo não credes.

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.

Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.

E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.

Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

Murmuravam, pois, dele os judeus, porque dissera: Eu sou o pão que desceu do céu.

E diziam: Não é este Jesus, o filho de José, cujo pai e mãe nós conhecemos? Como, pois, diz ele: Desci do céu?

Respondeu, pois, Jesus, e disse-lhes: Não murmureis entre vós.

Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.

Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.

Não que alguém visse ao Pai, a não ser aquele que é de Deus; este tem visto ao Pai.

Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna.

Eu sou o pão da vida.”

Aqui podemos ver como Jesus mostra aos judeus a forma em que Deus estava ensinando o povo hebreu naqueles dias: por meio de Jesus; mas não podiam compreender o ensinamento de Jesus.

Para o tempo de Jesus houve muitos mestres: como o sumo sacerdote e os doutores da Lei, os fariseus, os saduceus, e os sacerdotes da religião hebraica, e o Concílio do Sinédrio (composto por 70 homens sábios em assuntos religiosos com seus doutorados em teologia); eles falavam sobre Deus, eles ensinavam os ensinos bíblicos, falavam sobre esses ensinamentos bíblicos ao povo; mas através do qual Deus estava ensinando a Seu povo Israel nesse tempo era através de Jesus. Os demais tinham um ensinamento teórico, era um ensinamento intelectual, era a letra; mas São Paulo diz: “A letra mata, mas o Espírito vivifica.”

Não é o mesmo ensinar ungido com o Espírito de Deus a Mensagem de Deus para uma era ou para uma dispensação, que estar ensinando intelectualmente as pessoas, que estar ensinando a letra da Bíblia.

O mais importante é o ensinamento de Deus. Deus ensinando a Seu povo é que Deus abre as Escrituras correspondentes ao tempo em que as pessoas vivem; e mostra o significado dessas Escrituras e o cumprimento delas à medida que vão sendo cumpridas; e mostra nas Escrituras o tempo que estão vivendo e quais são no Programa Divino; e os prepara assim para receberem todas as bênçãos que Deus tem para esse tempo, para todos os filhos e filhas de Deus.

Agora, vejam vocês como Deus ensinou por meio do Senhor Jesus Cristo, no qual estava Deus manifestado em toda Sua plenitude em carne humana. Deus estava em Cristo reconciliando o mundo Consigo mesmo.

E agora, encontramos que depois do ensinamento de Jesus em carne humana transcorreram dois mil anos aproximadamente. E o que Deus esteve fazendo? Esteve ensinando a Seu povo. E como esteve ensinando a Seu povo? Encontramos que Cristo disse em São João, capítulo 10, versículos 14 ao 16:

“Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.

Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas.

Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco (ou seja, que não são do povo hebreu, são gentios); também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.”

Ouvirão a Voz de Cristo. Ouvirão a Voz de Cristo, a Voz do Bom Pastor, ensinando as Suas ovelhas a Palavra de Deus.

E essa é a manifestação de Deus através de cada anjo mensageiro de cada era, através dos quais Deus esteve ensinando ao Seu povo, a Sua Igreja, a todos os que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro; a todas essas ovelhas que não são do povo hebreu, mas que seriam chamadas e escutariam a Voz de Cristo: escutariam o ensinamento de Cristo por meio de cada um desses mensageiros que Ele enviaria.

“E haverá um rebanho, e um pastor.” Esse Rebanho é a Igreja do Senhor Jesus Cristo onde são chamados e juntados todos os escolhidos de Deus, todas as ovelhas do Senhor; é aí onde nascem da Água e do Espírito.

É na Igreja do Senhor Jesus Cristo onde nascem os filhos e filhas de Deus. Aí se opera o novo nascimento, porque é aí onde as pessoas creem em Cristo como seu Salvador, lavam seus pecados no Sangue de Cristo, e recebem o Espírito de Jesus Cristo; e assim nascem na Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E agora, esse é o Aprisco, o Rebanho do Senhor Jesus Cristo; e Ele é o Bom Pastor.

E o Bom Pastor esteve pastoreando Seu Rebanho, Sua Igreja, de era em era, por meio destes mensageiros que Ele enviou durante estas sete etapas ou eras da Igreja gentia, correspondentes ao Lugar Santo do Templo espiritual de Cristo. Pois a Igreja do Senhor Jesus Cristo é o Novo Templo, o Templo espiritual de Cristo.

Já o povo hebreu não tem o templo que Moisés construiu, nem tem o templo que Salomão construiu, e nem tem o templo que estava ali em Jerusalém (pois foi destruído no ano 70 pelo general romano Tito, e depois nesse lugar foi construída a mesquita de Omar: um templo gentio, um templo de outra religião); e agora o povo hebreu não tem um templo onde realizar os sacrifícios pelo pecado e pela reconciliação com Deus.

Mas Deus sim tem um Templo; Cristo esteve construindo esse Templo; e esse Templo é a Igreja do Senhor Jesus Cristo. E os escolhidos de Deus, representados nas ovelhas do Senhor, são parte desse Templo de era em era; porque com seres humanos é que Cristo esteve construindo esse Templo espiritual.

E agora, vimos que transcorreram sete etapas ou eras da Igreja gentia nas quais Deus esteve ensinando a Seu povo, a Seus filhos, por meio de cada um destes sete anjos mensageiros; e esteve chamando e juntando os Seus escolhidos e colocando-os (onde?) no Seu Templo espiritual, na Sua Igreja.

E agora, vejam vocês, Deus tem um Novo Templo no qual esteve se manifestando na porção correspondente a cada era, e esteve ensinando por meio dessa manifestação através de cada anjo mensageiro.

E para o Último Dia estaríamos na Era da Pedra Angular — que é a era correspondente ao Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo —, onde Deus em Espírito Santo estaria manifestado em carne humana no Seu Anjo Mensageiro ensinando a Seu povo: ensinando a Seu povo a Mensagem do Evangelho do Reino, a Mensagem da Dispensação do Reino; a Mensagem representada na Trombeta Final ou Grande Voz de Trombeta, que é a Voz de Cristo no Último Dia por meio do Seu Anjo Mensageiro, no Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual, que é a Era da Pedra Angular, onde se abre uma nova dispensação: a Dispensação do Reino, e onde são chamados e juntados todos os escolhidos de Deus.

Todas as ovelhas do Senhor Jesus Cristo do Último Dia são juntadas na Era da Pedra Angular, que é o Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo.

Um templo para Deus não está completo, nem pode ser dedicado a Deus, se não tiver o Lugar Santíssimo onde Deus tem que morar. E o Templo espiritual de Cristo, vejam vocês, encontramos que teve o Lugar Santo, correspondente às sete etapas ou eras da Igreja gentia; e para este Último Dia seria construído o Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual.

Encontramos que com as sete etapas ou eras da Igreja gentia (que se cumpriram: a primeira na Ásia Menor; a segunda, terceira, quarta, quinta e sexta na Europa; e a sétima na América do Norte) ficou construído o Lugar Santo do Templo espiritual de Cristo, onde Deus esteve ensinando o Seu povo por meio dos Seus sete anjos mensageiros.

O Espírito de Cristo manifestado nas sete eras através de carne humana nos Seus anjos mensageiros, eram os sete espíritos de Deus que percorrem toda a Terra; ou seja, a manifestação do Espírito Santo em sete mensageiros, em sete eras, correspondentes essas eras ao Lugar Santo do Templo espiritual de Jesus Cristo.

E agora, para o Último Dia, onde Jesus Cristo em Espírito Santo, Deus em Espírito Santo, estará ensinando o Seu povo? Ele passou à América Latina e ao Caribe, onde Ele chama e junta os Seus escolhidos para a construção do Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual; e assim completar o número das Suas ovelhas, colocá-las no Seu Aprisco, que é Seu Templo espiritual, no Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual; e assim construir o Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual e completar a construção do Seu Templo espiritual, da Sua Igreja, para se manifestar na Sua Igreja — no Lugar Santíssimo do Seu Templo espiritual — em toda Sua plenitude.

Por isso é que para o Último Dia, também teríamos Deus ensinando ao Seu povo, onde? Na Era da Pedra Angular, e em que território? Na América Latina e no Caribe.

Isso é o que Deus faz neste Último Dia na América Latina e no Caribe: está ensinando a Seu povo, está ensinando os Seus escolhidos, a todos os que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro.

E onde está os ensinando? Em Seu Templo espiritual, em Sua Igreja. Todo ensinamento vem — durante as sete eras e na Era da Pedra Angular — vem em e à Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E agora, vejam vocês como neste tempo final O MISTÉRIO DE SENDO ENSINADOS POR DEUS ficou aberto; e agora sabemos como Deus ensinou nas sete eras da Igreja gentia correspondentes ao Lugar Santo do Seu Templo espiritual (lá na Ásia Menor, na Europa e na América do Norte): ensinou por meio dos Seus sete anjos mensageiros.

E agora, vimos também como estaria ensinando neste Último Dia (onde?) na América Latina e no Caribe: por meio do Seu Anjo Mensageiro; por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo virá todo ensinamento divino para Seu povo. Por isso é que em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, diz:

“… Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

Onde vamos subir? Vamos subir à Era da Pedra Angular, que é a era que representa o Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo. E o que vamos escutar? Vamos escutar as coisas que em breve hão de acontecer, sendo reveladas.

E agora, por meio de quem Deus estará ensinando a Seu povo todas estas coisas que em breve devem acontecer? Que diga o mesmo Jesus Cristo em Apocalipse, capítulo 22, versículo 16:

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas Igrejas.”

A quem diz que enviou? Jesus Cristo diz que Ele enviou Seu Anjo Mensageiro para dar testemunho destas coisas nas Igrejas, destas coisas que em breve devem acontecer.

E agora, em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, nos dá mais informação sobre o Anjo do Senhor Jesus Cristo e as coisas que estarão sendo reveladas por meio do Anjo do Senhor. Diz:

“E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

Para que enviou Seu Anjo? Para mostrar aos Seus servos as coisas que em breve devem acontecer. E por meio do Seu Anjo Mensageiro no Último Dia Deus estaria ensinando a Seu povo.

Vimos: “O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

Por meio dessa manifestação de Deus em Espírito Santo no Seu Anjo Mensageiro, estaríamos sendo ensinados por Deus neste Último Dia.

E assim é como seriam chamados e juntados todos os escolhidos de Deus: por meio do ensinamento de Deus através do Seu Anjo Mensageiro, nos ensinando a Mensagem da Dispensação do Reino, que gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores, em Sua Obra de Reclamação; e assim nos abre o mistério do Sétimo Selo, ou seja, da Segunda Vinda de Cristo; e nos enche dessa revelação para sermos transformados e raptados neste Último Dia.

“O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

Vejam onde estamos neste tempo final: na Era da Pedra Angular, e em uma nova dispensação que se abriu neste tempo final: a Dispensação do Reino, a qual está se entrelaçando com a Dispensação da Graça.

Também uma nova era está se entrelaçando com a Era de Peixes: é a Era de Aquário que está se entrelaçando; e é na Era de Aquário onde o conhecimento de Deus encherá toda a Terra: “Porque a Terra será cheia do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar.” (Habacuque, capítulo 2, versículo 14 e Isaías, capítulo 11, versículo 9)

Agora, podemos ver como o ensinamento do Evangelho do Reino encherá do conhecimento de Deus e Seu Programa todo ser humano, o encherá do conhecimento de todo o Programa Divino: “E todos me conhecerão.” Diz Deus por meio do profeta Zacarias: “E naquele dia Jeová será um, e um Seu Nome.”

Ninguém ensinará a seu companheiro, por quê? Porque todos estaremos sendo ensinados por Deus, na manifestação de Deus em Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro; e esse é o ensinamento que nós necessitamos neste Último Dia. E por isso diz que ninguém ensinará mais ao seu companheiro: porque todos seremos ensinados (por quem?) por Deus.

Assim como foram ensinados por Deus em outras eras através dos profetas de cada era e de cada dispensação…, e como foram ensinados por meio de Jesus Cristo dois mil anos atrás, e depois foram ensinados pelo Espírito de Deus também através dos apóstolos, e em seguida foram ensinados por meio dos mensageiros das sete eras (Deus ensinando por meio deles); para este Último Dia, todos seremos ensinados por Deus através da manifestação de Deus em Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro, e estará nos ensinando a Mensagem do Evangelho do Reino.

Vejam, todo ensinamento de Deus está marcada em uma dispensação; não pode estar fora de uma dispensação. E o ensinamento de Deus para o Último Dia está marcada na Dispensação do Reino, que é a sétima dispensação.

E Jesus Cristo em Espírito Santo estará em Seu Anjo Mensageiro ensinando à Sua Igreja, ensinando a Seu povo; Sua Igreja primeiro e depois ao povo hebreu; e depois a todos os seres humanos no planeta Terra durante o glorioso Reino Milenial de Cristo.

E agora, podemos ver como seríamos ensinados por Deus neste tempo final.

Vimos: “O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, nosso Salvador, sejam sobre cada um de vocês e sobre mim também; e nos permita compreender Seu ensinamento neste Último Dia; e nos ensine todo Seu Programa correspondente a este Último Dia, correspondente à Era da Pedra Angular, correspondente à Dispensação do Reino, e correspondente à América Latina e ao Caribe, e correspondente a todo o Reino de Deus. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês, amados amigos e irmãos presentes, radiouvintes e telespectadores, dando testemunho de: “O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

Vimos a forma em que seríamos ensinados por Deus neste tempo final no qual nós estamos vivendo.

Assim que para sermos ensinados por Deus neste tempo, somente necessitamos uma coisa: conseguir o Anjo do Senhor Jesus Cristo neste tempo final dando testemunho destas coisas que em breve devem acontecer; e ao encontrá-lo estaremos recebendo o ensinamento de Deus, estaremos sendo ensinados por Deus neste Último Dia.

Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre cada um de vocês e sobre mim também.

E estarei amanhã novamente com cada um de vocês aqui neste mesmo lugar, neste mesmo auditório, pela manhã, e depois à tarde (de meio-dia em diante), nos horários que o reverendo Miguel Bermúdez Marín lhes estará dando; e também lhes estará dando o endereço onde estamos nesta ocasião e onde estaremos também amanhã, que será este mesmo lugar. E também estaremos transmitindo através destas radio emissoras amigas e estes canais de televisão amigos, que nesta noite estiveram transmitindo esta conferência.

Que as bênçãos de Jesus Cristo sejam sobre cada um de vocês, e passem todos muito boa noite.

Deixo com vocês o reverendo Miguel Bermúdez Marín para que continue com vocês, e dê nomes, endereços e telefones aos quais vocês podem se comunicar.

Que Deus abençoe a todos.

“O MISTÉRIO DE: SENDO ENSINADOS POR DEUS”.

[Revisão novembro 2022]

Rolar para cima